A alegria do verão: parques!

 

Sempre ouvi falar que um dos grandes diferenciais de Buenos Aires, principalmente para quem viaja em família, é a quantidade de parques espalhados por toda a cidade. E nessa visita, com minha pequena caminhante, exploramos bastante os arredores do Retiro à Recoleta, passando pelas proximidades de Palermo.

O que mais me impressionou foi a conservação dos parques e praças. Vi pouquíssimas pichações - apenas em parques mais afastados - e muitos brinquedos novos, pintados e cercados. Tanques de areia estão por toda a parte e eu garanto: em uma viagem com pequenos, se você não levar balde e pazinha, fatalmente acabará comprando um (foi o que fizemos). 

E posso garantir: ainda mais do que os pontos turísticos, o ponto alto de nossa viagem foram as muitas paradinhas em parques para brincar, piquenicar, conversar, ou apenas ficar à toa. Para nós, conversar com moradores locais, turistas europeus, uruguaios e chilenos só fez enriquecer a bagagem de volta, com histórias deliciosas e divertidas para guardar - como, por exemplo, a "invasão" dos regadores do jardim de minha filha e sua recém-amiga norueguesa de quatro anos... 

É interessante ver como as crianças que não falam o mesmo idioma interagem da mesma forma, como se não houvesse nenhum empecilho. Afinal, a linguagem da brincadeira é universal, e somos testemunha disso.

Water Droplets
Budding Tree
Fallen Apples
Cherry Blossom
Ray of Light
Bloom
Dew
Tranquil forest
Lilly Pond